Buscar
  • Caroline Infantozzi

Saiba mais sobre Alopecia X

Alopecia x é uma condição clínica observada nas raças nórdicas, especialmente as raças Spitz Alemão, Lulu da Pomerânia, Husky, Samoieda, Poodle e Chow Chow. Pode se manifestar tanto em machos como em fêmeas, com idade de 1 a 12 anos.

Nos últimos anos, podemos afirmar que sua causa está relacionada a fatores genéticos. Observamos uma pelagem seca, opaca (sem brilho) e pele enegrecida apresentando falhas de pelo, também conhecida como alopecia, em todo corpo principalmente em pescoço, região das coxas e períneo.

O seu diagnóstico é clínico e dermatológico, e é importante se descartar doenças endócrinas e alopécicas não inflamatórias. Através de realização da biópsia de pele (remoção de fragmento cutâneo) é possível realizar o diagnóstico preciso e definitivo.

O tratamento não é único, sendo que cada animal pode responder de uma forma. Pode-se dentre eles, realizar medicações terapêuticas para o crescimento piloso, castração, reposição hormonal e realização do microagulhamento cutâneo.

Lembramos que todos os tratamentos possuem vantagens e desvantagens. Mais as taxas de sucesso podem chegar a até 85%.


A pelagem canina vai muito além da estética, funciona como uma proteção natural ao frio e calor, ajudando o pet a manter sua temperatura corporal evitando que as camadas mais finas fiquem expostas à radiação dos raios solares, que em alguns casos podem apresentar queimaduras e/ou até câncer de pele.


1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo